Odebrecht Agroindustrial lança projeto de incentivo à leitura

Biblioteca Móvel reúne mais de 300 títulos e ficará à disposição dos Integrantes e seus familiares

30/10/2017

O Polo São Paulo da Odebrecht Agroindustrial inaugurou seu primeiro Projeto de Leitura, que tem como objetivo ampliar o acesso dos mais de 2 mil integrantes à literatura. Serão disponibilizados cerca de 300 títulos nacionais que variam de infanto-juvenil a obras consagradas e livros focados na educação financeira e familiar.

O projeto incentiva os Integrantes à prática da leitura durante o intervalo de refeição ou em suas residências, ampliando o acesso também de seus familiares a conteúdos importantes da cultura brasileira. “É um prazer idealizar esse projeto para o Polo São Paulo. Transformamos uma área de vivência em sala de leitura que fica ao lado do refeitório para facilitar o acesso de todos. Ela está toda equipada para estimular nossas equipes a aprimorar seu gosto pelos livros, doados pelos próprios Integrantes e pela Secretaria Estadual de Educação”, conta Glauco Trugillo, responsável por Pessoas e Administração do Polo São Paulo.

Um dos diferenciais do projeto é que ele atingirá as equipes agrícolas, que atuam em uma área de cerca de 80 mil hectares e representam aproximadamente 60% do efetivo do polo. Todas as áreas de vivência – onde os Integrantes descansam no campo – contarão com caixas de leitura personalizadas que foram pintadas pelos alunos da APAE e da Casa da Criança, ambas de Teodoro Sampaio. “Reunimos 12 caixas pintadas pelas crianças e queremos incentivar a circulação dos livros dentro delas. A iniciativa estimula os Integrantes a conhecer, não somente a história das crianças que doaram seu tempo pintando as caixas, como também o mundo mágico dos livros. A leitura amplia o conhecimento, melhora o raciocínio e desenvolve a criatividade”, diz Glauco.

A Odebrecht Agroindustrial acredita no desenvolvimento do ser humano e, por meio do projeto, cria a oportunidade de levar conhecimento para os Integrantes e suas famílias. “Além de estimularmos o raciocínio e a criatividade das pessoas, buscamos ampliar os momentos de interação dos pais com seus filhos”, finaliza.