Refeitórios da Odebrecht Agroindustrial servirão alimentos orgânicos

12/08/2013

Reforçando seu compromisso com a qualidade de vida dos Integrantes e o desenvolvimento local, a Odebrecht Agroindustrial, através do Programa Energia Social, inclui alimentos orgânicos no cardápio dos refeitórios das Unidades Alcídia e Conquista do Pontal (Polo São Paulo). Essa ação ocorre em conjunto com as comunidades de influência direta da Empresa e visa promover o desenvolvimento sustentado da região.

A ideia surgiu entre os integrantes do Programa Energia Social interessados em estreitar uma parceria com a Cooperativa Porto Feliz, formada por pequenos produtores de assentamentos rurais localizados próximo à Unidade Conquista do Pontal. Nutricionistas e gestores da Apetit, empresa responsável pela gestão dos restaurantes do Polo São Paulo, se reuniram para definir como ocorreria essa parceria. Durante dois meses estudaram as estratégias e acompanharam o processo produtivo dos assentamentos.

“Esta ação envolve uma parte da comunidade de assentados do Mirante do Paranapanema, experientes na produção de alimentos orgânicos. Com a parceria, estimulamos à economia local a sustentabilidade e reforçamos nosso compromisso com a região. Além disso, os refeitórios terão alimentos socialmente responsáveis, colhidos menos de 24 horas antes da entrega”, explica Juraci Bastos, Gerente de Pessoas e Administração do Polo São Paulo.

Cerca de 20 famílias estão envolvidas nesta ação. Elas produzem hortaliças, frutas e vegetais orgânicos sem agrotóxicos, cultivados de formal sustentável. A Apetit realiza a compra diretamente com os produtores. Nesta parceria fica garantida a renda para o homem do campo sendo um incentivo para fixar as famílias nas propriedades rurais.

Os pequenos produtores fornecem durante o mês, aproximadamente, 9 mil quilos de alimentos aos dois refeitórios, para atender o consumo que chega a mais de 10 mil refeições mensais. A Apetit tem uma relação de cardápio diversificada, o que necessita aos produtores disponibilizar um mix de hortifrútis. Para isso, recebem apoio de engenheiros agrônomos e técnicos da Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), entidade responsável pelo planejamento e execução das políticas agrária e fundiária do Estado de São Paulo.

A celebração desta parceria ocorreu no dia 02 de agosto, envolvendo as duas unidades. Na UCP, os participantes do projeto almoçaram com integrantes da Odebrecht Agroindustrial que desfrutaram um cardápio especial preparado para a ocasião.